Cronologia: O governo Merkel
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cronologia: O governo Merkel

Líder do partido União Democrata-Cristã (CDU) foi a primeira mulher a ocupar o cargo de chanceler na Alemanha

Redação Internacional

25 Setembro 2017 | 21h41

 

Novembro de 2005
Líder do partido União Democrata-Cristã (CDU), Angela Merkel vence eleições e se torna a primeira mulher a ocupar o cargo de chanceler na Alemanha. Em um ano, número de desempregados fica abaixo de 4 milhões pela primeira vez em quatro anos

Novembro de 2008
Alemanha é declarada como em estado de recessão

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel. Foto: Boris Roessler/dpa via AP

Fevereiro de 2009
Parlamento alemão aprova um pacote de estímulos financeiros de US$ 63 bilhões, visando impulsionar a economia. Seis meses depois, dados mostram que ela cresceu cerca de 0,3% em quatro meses, retirando o país da recessão

Setembro de 2009
Merkel é reeleita chanceler

Maio de 2010
Coalizão de Merkel é derrotada nas eleições regionais em Renânia do Norte-Vestfália e perde maioria na Câmara Alta do Parlamento

Setembro de 2010
Gabinete aprova plano de prolongar a vida útil dos reatores nucleares da Alemanha, o que reverte a decisão de 2001 de acabar com a energia nuclear até 2021

Janeiro de 2011
Economia alemã cresce 3,6% em 2010 – recuperação mais rápida registrada desde a reunificação em 1990. No mês seguinte, Merkel recebe a Medalha Presidencial da Liberdade do então presidente dos EUA, Barack Obama

Maio de 2013
Estatísticas mostram que em 2012 a Alemanha registrou o maior aumento no número de imigrantes em quase 20 anos

Setembro de 2013
Merkel é reeleita novamente

Outubro de 2013
Alemanha retira grande parte de suas tropas do Afeganistão. Dois meses depois, Merkel começa seu terceiro mandato, mas não consegue maioria parlamentar nas eleições

Abril de 2014
Alemanha adota salário mínimo pela primeira vez (€ 8,50 a hora)

Setembro de 2015
Merkel oferece asilo temporário a refugiados e abre país a 900 mil solicitantes de asilo, o que a faz perder popularidade

Dezembro de 2015
Merkel é nomeada Personalidade do Ano pela revista Time

Janeiro de 2016
Centenas de mulheres sofrem abusos sexuais de homens norte-africanos e árabes durante as celebrações de ano-novo, desencadeando diversas críticas às políticas migratórias de Merkel. Governo tenta conter fluxo de imigrantes

Março de 2016
Partido Alternativa para Alemanha (AfD), anti-imigração, se mostra forte nas eleições regionais

Julho de 2016
Ataques cometidos por imigrantes que simpatizavam com o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) em Wuerzburg e Ansbach deixam 17 pessoas feridas. Cinco meses depois, imigrante tunisiano Anis Amri mata 12 cidadãos ao lançar o caminhão que dirigia contra uma multidão em uma feira natalina

Março de 2017
Merkel se reúne com o líder dos EUA, Donald Trump, no Salão Oval da Casa Branca. A pedido dos fotógrafos, ela propõe um aperto de mão, mas republicano não responde ao pedido

Junho de 2017
Parlamento alemão aprova projeto de lei que legaliza o casamento entre pessoas do mesmo sexo; voto de Merkel foi contrário. Fontes: BBC e CNN