De férias, Putin treina com seleção nacional de judô da Rússia
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

De férias, Putin treina com seleção nacional de judô da Rússia

Presidente russo entrou no tatame no centro de alto rendimento de times nacionais de Sochi, onde descansa por estes dias

Redação Internacional

08 Janeiro 2016 | 14h21

Foto: Alexey Nikolsky/Sputnik/Kremlin / Reuters

Foto: Alexey Nikolsky/Sputnik/Kremlin / Reuters

MOSCOU – O presidente russo, Vladimir Putin, vestiu nesta sexta-feira, 8, o quimono e treinou com a seleção nacional de judô, seu esporte preferido desde criança, aproveitando as férias.

Putin entrou no tatame do treinador da seleção russa, o italiano Ezio Gamba, que assumiu o cargo em 2008 e com quem os russos ganharam pela primeira vez medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

O campeão olímpico Tagir Khaybulaev afirmou à imprensa local que os judocas não receberam nenhuma recomendação especial para deixar Putin ganhar.

O treino aconteceu no centro de alto rendimento de times nacionais de Sochi, no Mar Negro, onde o chefe do Kremlin descansa por estes dias. Também participaram do treinamento o ministro de Esportes, Vitaly Mutko, e o presidente do Comitê Olímpico Russo, Aleksandr Zhukov.

Putin, de 63 anos, confessou que, se tivesse nível para isso, gostaria de ter competido como judoca nos Jogos Olímpicos. Ele também é um grande fã de esportes de inverno, como esqui alpino e o hóquei sobre gelo.

“Se tivesse essa chance e se chegasse a alcançar o nível necessário, competiria com gosto no programa de judô. É o esporte que pratiquei por quase toda minha vida”, disse.

Putin, que recebeu há três anos o oitavo dan de judô – de um máximo de dez -, iniciou nesse esporte aos 11 anos, o pratica ativamente, é faixa preta e inclusive escreveu um manual sobre essa arte marcial.

“O judô não só significa boa saúde, fortes músculos e domínio das técnicas, mas também nobreza, tolerância e ajuda mútua, por isso seus princípios fundamentais correspondem plenamente com os de uma sociedade tolerante”, afirmou uma vez. / EFE

Mais conteúdo sobre:

judôRússiaVladimir Putin