As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

De Londres: Imprensa vira personagem

Redação Internacional

28 de abril de 2011 | 19h39

Casamento real no Estadão.com.br

Por Flávia Tavares, enviada especial a Londres

7386e3c4047743e4a7e0503a54e047a4_7386e3c4047743e4a7e0503a54e047a4_0.jpg
Fotógrafos usam escada e cadeiras para tentar registrar imagens de Kate na abadia, nesta quinta

A imprensa acaba virando personagem em um evento da proporção de um casamento da realeza britânica. Na porta da abadia de Westminster, repórteres, câmeras e fotógrafos se acotovelavam em busca de uma frase interessante daqueles que já acampavam para assistir à cerimônia.

Veja também:
som
Estadão ESPN: Últimos preparativos em Londres
especial
ESPECIAL: Acompanhe o casamento ao vivo

Ontem, 27, mais de 100 equipes já estavam instaladas para capturar as imagens e trasmitir ao mundo todo. Embora os números sejam difíceis de precisar, fala-se em alguns milhares de jornalistas trabalhando na cobertura do evento, para uma audiência recorde de 2 bilhões de pessoas ao redor do mundo.

Já na porta do hotel Goring, onde Kate Middleton e sua família estão hospedadas, os paparazzi, ansiosos pela foto que pode mudar suas vidas, eram rudes com quem pedia informação sobre o que estava acontecendo ali. “Como assim? Você não sabe?”, insinuavam com seus olhares de desprezo aos desinformados.

Durante a cerimônia amanhã, apenas alguns felizardos da imprensa mundial poderão acompanhar a celebração de perto. Os demais receberam credenciais para ficar em pontos estratégicos do trajeto por onde passará o cortejo. E a guerra por informações e personagens se acirrará.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.