As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Dicas do Centro Nacional de Furacões dos EUA para quem vai enfrentar o Irene

João Coscelli

26 de agosto de 2011 | 21h27

Conforme o furacão Irene se aproxima dos Estados Unidos, é importante fazer o planejamento para a possibilidade de enchentes, cortes no fornecimento de eletricidade e danos à propriedade. O jornal Washington preparou uma lista de dicas oferecidas pelo Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos que devem ser mantidas à mão.

1. Elabore um plano para a família

– O NHC sugere que seja mantido um cômodo seguro ou área para se defender de cada perigo trazido pelo furacão, como a maré de tempestade, as enchentes e os ventos fortes, e que seja planejada uma rota de fuga e um ponto de encontro no caso da necessidade de abandonar o local. Lembre-se de incluir neste plano os bichos de estimação.

– Deixe registrados os números dos serviços de emergência perto do telefone e certifique-se de que seus filhos sabem como e quando ligar para o 911 (número da emergência nos Estados Unidos).

 2. Tenha um kit de suprimentos de emergência que inclua os seguintes

Itens:

– Água – mínimo de quatro litros por pessoa para cada dia, prevendo um período de 3 a 7 dias

– Alimentos não perecíveis embalados ou em lata

– Abridor de latas mecânico e pratos e utensílios descartáveis

– Cobertores e travesseiros

– Roupas, incluindo sapatos reforçadas e peças resistentes à chuva

– Kit de primeiros socorros e remédios essenciais

– Lanterna, rádio e pilhas

– Celular totalmente carregado e bateria extra

– Dinheiro e cartões de crédito

– Documentos importantes como cartão da Previdência Social, registros médicos, papéis do seguro, mantidos num saco plástico impermeável

– Ferramentas

– Chaves

– Artigos especiais para crianças, idosos e bichos de estimação

 3. Garanta a segurança do seu lar.

– O NHC recomenda que os lares sejam protegidos do vento e dos destroços carregados pela sua força por meio do reforço de cinco áreas: telhado, juntas estruturais, janelas, portas e garagem.

 4. Cuide dos mais velhos.

– Tenha consciência daquilo que seu parente, amigo ou vizinho de idade mais avançada poderá fazer e aquilo que ele não será capaz de fazer durante uma emergência. Pense, por exemplo, em estratégias de fuga para aqueles que precisam de cadeiras de rodas. Além disso, outros adultos, principalmente aqueles que precisam de auxílio especial, devem ser tirados do local antes de uma emergência, na medida do possível.

– Reúna uma lista de contatos de emergência que inclua médicos e outros profissionais da área de saúde.

– Se não mora perto do seu ente querido de idade avançada, recrute o auxílio de parentes ou amigos, ou entre em contato com profissionais capacitados para cuidar dos mais velhos.

5. Serviços de emergência.

– Para saber mais a respeito dos serviços de emergência na sua cidade, telefone para a Cruz Vermelha no número 1-800-RED-CROSS (ou 1-800-733-2767).

– A Cruz Vermelha está preparando dúzias de abrigos em toda a Costa Leste; estes podem ser localizados por meio do mapa que a organização mantém no seu site.

Veja abaixo um vídeo da Cruz Vermelha com outras dicas.
 

 

———————————————————————

Veja também:
TWITTER: Acompanhe nossos correspondentes nos EUA
PARTICIPE: Está nos EUA? Conte sua história sobre o Irene
MAPA: O avanço do furacão sobre os Estados americanos (NYT)
SERVIÇO: Conheça as zonas de evacuação em Nova York (NYT)

Tudo o que sabemos sobre:

Estados UnidosEUAfuracãoIrene

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.