Eagles of Death Metal divulga mensagem sobre ataque
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Eagles of Death Metal divulga mensagem sobre ataque

Integrantes da banda de rock americana dizem que, de luto, ainda tentam entender o que aconteceu em Paris, na sexta-feira; equipe dos músicos perdeu integrantes

Redação Internacional

18 de novembro de 2015 | 13h50

Homenagem da banda Eagles of Death Metal às vítimas do ataque em seu show, em Paris

Homenagem da banda Eagles of Death Metal às vítimas do ataque em seu show, em Paris

A banda de rock americana Eagles of Death Metal divulgou, em seu perfil no Facebook, uma mensagem sobre o ataque ao seu show, na sexta-feira, na casa Bataclan, em Paris. Na mensagem, os integrantes afirmam que enquanto já estão em suas casas, em segurança, “horrorizados” eles ainda tentam entender o que aconteceu.

“Nossos pensamentos e corações estão, em primeiro lugar, com nosso irmão Nick Alexander (responsável pela venda de produtos e shows da banda), e nossos camaradas da gravadora Thomas Ayad, Marie Mosser e Manu Perez, e todos os amigos e fãs cujas vidas foram tiradas em Paris, assim como seus amigos, parentes e entes queridos”, em referência aos integrantes da comitiva que acompanhava a banda, mortos pelos terroristas.

O comunicado diz ainda que apesar de ligados ao luto das vítimas, dos fãs, das famílias, dos cidadãos de Paris e de todos aqueles afetados pelo terrorismo, a banda se sente unida à uma nova família. “Estamos orgulhosos e firmes com nossa nova família, agora unida por um objetivo comum de amor e compaixão.”

“Gostaríamos de agradecer à polícia francesa, o FBI, os EUA os departamentos de Estado franceses e especialmente todos aqueles no ‘ground zero’ com a gente que se ajudaram e ajudaram a outros da melhor maneira possível durante essa inimaginável provação, provando mais uma vez que o amor ofusca o mal”, escreveu a banda. “Viva a música, viva a liberdade, viva a França e viva o EODM (Eagles of Death Metal)”, escreveu, em francês.

A mensagem no Facebook foi compartilhada mais de 3 mil vezes e seguida por centenas de comentários com relatos de fãs que estavam no show e testemunharam o ataque.