As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Egito tem referendo sobre nova Constituição

Redação Internacional

13 de janeiro de 2014 | 17h23

(Atualizada dia 16/01) Um referendo constitucional ocorreu no Egito na terça-feira 13 e quarta-feira 14, como parte de um roteiro estabelecido pelo Exército após o golpe de Estado que derrubou o presidente Mohamed Morsi em 3 de julho.

Segundo autoridades, o “sim” ganhou o referendo com mais de 90% dos votos. Grupos islamistas, partidários de Morsi, boicotaram a consulta e, por isso, a Irmandade Muçulmana afirma que o comparecimento nas urnas foi baixo.

A nova Constituição substitui a aprovada em 2012, suspensa pelos militares após o golpe de Estado. O texto rebaixa o tom islamista da anterior Carta Magna e reforça o papel das Forças Armadas, que poderão designar o ministro da Defesa durante os próximos oito anos.

Veja como foram os dias de votação e o clima após o resultado:

[galeria id=9001]

Tudo o que sabemos sobre:

Egito; referendo; Constituição

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.