As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Em ‘Twitter chinês’, Jesus é mais citado do que Mao Tsé-tung

Redação Internacional

11 de abril de 2014 | 00h01

Na rede social Weibo, o “Twitter chinês”, é mais fácil falar de Jesus e Deus do que do presidente Xi Jinping, secretário-geral do Partido Comunista chinês, e de Mao Tsé-tung. Esse foi o resultado de uma série de buscas feitas no site no dia 3 de abril, mostra uma reportagem da Foreign Policy.

grafico_fp.jpg
Foto: Reprodução/Foreign Policy

Uma busca pela palavra “Bíblia” rendeu mais de 17 milhões de resultados, enquanto o icônico Citações do Presidente Mao, coleção conhecida no Ocidente como Livrinho Vermelho, foi mencionado menos de 60 mil vezes. O nome “Xi Jinping” recebeu cerca de 4 milhões de menções no Weibo e “Jesus” foi mencionado quase 18 milhões de vezes.

Uma possível explicação para isso é que as postagens que têm conteúdo considerado “politicamente sensível” são com frequência apagadas pelos censores, o que ocorre com muitas postagens contendo o nome dos principais líderes chineses.

Tudo o que sabemos sobre:

ChinaMao Tsé-tungWeibo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.