As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Emissora argentina usa discurso polêmico de Trump em propaganda para motivar seleção

Vídeo de um minuto de duração já se tornou viral entre os argentinos. Propostas polêmicas do empresário são interpretadas pelo canal como estratégias para conter Messi e a seleção de futebol do país

Redação Internacional

04 Maio 2016 | 10h37

BUENOS AIRES – Uma propaganda da emissora argentina TyC Sports usa aspectos polêmicos do discurso do pré-candidato republicano à presidência dos EUA Donald Trump para motivar a seleção do país para a Copa América Centenário.

A propaganda (veja abaixo), de pouco mais de um minuto de duração e que já se transformou em viral, mostra trechos do discurso do empresário contra imigrantes latino-americanos, assim como suas propostas radicais para proteger as fronteiras do país. As medidas são interpretadas pela emissora argentina como estratégias para conter Lionel Messi e a seleção argentina de futebol na busca pelo título do torneio.

As declarações de Trump, editadas com imagens da seleção argentina, acabam elogiando as virtudes da equipe treinada por Gerardo Martino, assim como o entusiasmo dos torcedores do país.

“A peça, feita pela agência McCann, retoma o discurso de Trump nas eleições primárias presidenciais dos EUA e sugere quais são os métodos para impedir que Messi e companhia conquistem a Copa América”, explicou a TyC Sports.

“Nosso país está em sérios problemas. Temos pessoas que entram através da fronteira que não é o tipo de gente que queremos. Nem sequer sabemos de onde elas vêm, vêm de todas as partes, vêm da América do Sul”, diz Trump em um dos trechos do discurso.

As declarações do pré-candidato são ilustradas com imagens de Messi e dos demais jogadores da Argentina viajando de avião.

“São uns completos assassinos, não são as doces e pequenas pessoas que vocês acreditam. Não temos proteção, qualquer um pode entrar, é muito fácil. Não deveria ser assim”, acrescenta Trump, enquanto são vistos vários gols da seleção argentina.

“Na verdade, o melhor que podem fazer é não nos deixar entrar”, diz uma mensagem na tela após o fim do discurso de Trump, como a única forma de impedir a Argentina de conquistar a Copa América Centenário, que será disputada nos EUA entre 3 e 26 de junho. /EFE