As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Estátuas polêmicas em Buenos Aires

Redação Internacional

03 de junho de 2013 | 15h37

Por Ariel Palacios, correspondente em Buenos Aires

As polêmicas sobre estátuas em Buenos Aires são frequentes. Há meia década, um movimento de setores da esquerda junto com historiadores e sociólogos pretendem retirar a estátua do presidente e general Julio Argentino Roca do centro portenho, já que foi o responsável do massacre de milhares de indígenas durante a conquista da Patagônia em 1880. A estátua é frequentemente alvo de bolsas de tinta vermelha, que os manifestantes jogam para simbolizar o sangue dos índios mortos.
No entanto, diversos historiadores destacam que se fosse por massacres, também deveria ser removida a estátua do general e ditador bonaerense Juan Manuel de Rosas, que na década de 1840 massacrou milhares de indígenas durante a conquista de parte dos Pampas. No entanto, Rosas é considerado “herói nacionalista” pela presidente Cristina, já que enfrentou um bloqueio anglo-francês em 1845.

Mais conteúdo sobre:

Buenos Aires