As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Eu não sou bruxa’

Luiz Raatz

26 de outubro de 2010 | 15h54

Uma das estrelas do Tea Party, a candidata republicana ao Senado por Delaware, Christine O’Donnel, tem apostado em uma campanha marcada por gafes e polêmicas para derrotar o candidato democrata Chris Coons.

O’Donnel ganhou atenção nacional ao vencer as primárias republicanas para a disputa ao Senado por Delaware. Na campanha geral, no entanto, seu desempenho não tem sido tão bem sucedido.

Entre as polêmicas, estão declarações dadas nos anos 1990, quando chefiava um grupo cristão conservador, de que a masturbação é uma forma de adultério. O’Donnel também divulgou um comercial dizendo que não era bruxa, após confessar ter participado de sessões de bruxaria com as amigas de adolescência. 

Em um debate com Coons, questionou qual parte da Constituição americana prevê a separação entre Igreja e o Estado, quando a primeira emenda da Carta estabelece o caráter laico do país.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.