Filme sobre o primeiro encontro de Barack e Michelle Obama estreia nos EUA
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Filme sobre o primeiro encontro de Barack e Michelle Obama estreia nos EUA

'Southside With You' se passa em 1989 e aborda os primeiros momentos da relação do presidente americano com sua mulher; é uma obra impressionantemente sensível dirigida pelo estreante Richard Tanne

Redação Internacional

26 Agosto 2016 | 08h00

WASHINGTON – Estreia nesta sexta-feira, 26, nos cinemas dos Estados Unidos o filme Southside With You, que aborda os primeiros momentos da relação do presidente americano, Barack Obama, com sua mulher, Michelle Obama – na época retratada pelo longa ainda chamada Michelle Robinson. Dirigido pelo estreante Richard Tanne, Southside With You se passa em Chicago, nos Estados Unidos, em 1989, no momento em que Barack e Michelle saíram pela primeira vez.

É pouco provável que o desafetos de Obama assistirão o filme e eles perderão um retrato deliciosamente discreto que é universal, uma vez que se tem como base em uma vida pública-privada bem narrada. Os fãs, por outro lado, descobrirão um filme que apresenta o presidente americano não como o ícone pronto que parecia emergir totalmente formado na Convenção Nacional Democrata em 2004, mas como um instintivo comunicador e político, para quem a palavra “não” apenas oferece a oportunidade para a hábil negociação.

Michelle e Barack Obama no filme 'Southside With You', que retrata o primeiro encontro dos dois

Michelle e Barack Obama no filme ‘Southside With You’, que retrata o primeiro encontro dos dois

Retratado forma incrivelmente física e verbal por Parker Sawyers, o Barack Obama de Southside With You é um aluno no primeiro ano do curso de direito desajeitado e um pouco arrogante que já tinha inserção na comunidade. O filme começa quando ele, em 1989, finalmente convence de Michelle – sua tutora no escritório de advocacia em que os dois trabalhavam – a para passar um dia com ele.

Formal, direta e preocupada com sua reputação profissional em um escritório no qual ela era a única mulher afro-americana, Michelle – interpretada de forma persuasiva e direta por Tika Sumpter – até então tinha argumentos convincentes de por que os dois deveriam permanecer apenas colegas. Mas conforme o dia dos dois juntos se desenvolve, incluindo uma visita a uma exposição de arte, a uma reunião da comunidade em uma igreja, uma exibição do filme “Faça a Coisa Certa” e um sorvete de casquinha, a intransigência de Michelle começa a amolecer.

Dividindo suas histórias, indo de detalhes de suas famílias, religião, a Ernie Barnes e Stevie Wonder, o encontro de Michelle e Barack assume contornos do destino romântico como se, citando o poeta alemão Rainer Maria Rilke, dois fortões mas solitários, tentassem estender a mão para proteger, tocar e cumprimentar uns aos outros

O diretor Tanne, que faz uma estreia impressionantemente sensível neste filme, mergulha Southside With You em um atmosfera deliciosamente texturizada e repleta de nostalgia dos anos 1980, do raquítico Nissan Sentra que Barack dirige – com o cinzeiro cheio de pontas de cigarro – a música “Miss You Much”, de Janet Jackson, que toca do rádio do carro.

Embora o cineasta tenha tomado a liberdade de inserir na história uma reunião que não existiu naquele dia, essa opção lhe dá – e, mais importante ainda, dá a Michelle – a chance de ver Barack em ação, fazendo um discurso extemporânea brilhante em razão da necessidade de compreensão mútua e da confusão inerente à democracia.

Esse, aliás, é um dos poucos momentos não canônicos de Obama em Southside With You, que faz um trabalho admirável ao manter o foco na simples questão de saber se esse relacionamento poderia ser salvo antes mesmo de ter uma chance de começar.

Southside With You é o primeiro de uma provável onda de criação de filmes que tentarão criar uma imagem mítica sobre os Obama e estreia num momento em que eles se preparam para deixar a Casa Branca. / WPOST