Há 16 anos, um príncipe dizimava a família no Nepal
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Há 16 anos, um príncipe dizimava a família no Nepal

Em 2008, legisladores recém-eleitos do Nepal aboliram o regime monárquico de mais de dois séculos de existência e proclamaram a República

Redação Internacional

01 de junho de 2017 | 05h00

Há 16 anos, o Nepal foi traumatizado por uma tragédia que vitimou quase toda a família real e mudou para sempre sua história. Na noite de 1º de junho de 2001, o príncipe herdeiro Dipendra, bêbado e drogado, matou o rei Birendra, sua mãe e sete outros membros de sua família durante um jantar antes de tentar se suicidar.

Imagem de arquivo da família real do Nepal. Foto: Reuters

Gravemente ferido, Dipendra foi rei por dois dias enquanto era mantido em vida por aparelhos. Segundo investigações, o príncipe matou a família por sua recusa em aceitar o casamento dele com a namorada. Quatro membros da família real sobreviveram ao massacre.

Nos dias seguintes ao ataque, manifestantes foram para as ruas exigir explicações para a polícia sobre o que aconteceu. No entanto, foram reprimidos com disparos e gás lacrimogêneo – duas pessoas morreram.

Em 2008, legisladores recém-eleitos do Nepal aboliram o regime monárquico de mais de dois séculos de existência e proclamaram a República.

A abolição da monarquia era uma das principais demandas da oposição maoísta que conseguiu a maioria das cadeiras nas eleições legislativas em abril daquele ano.

Os maoístas lideraram uma guerrilha contra a monarquia por mais de uma década. O conflito deixou pelo menos 13 mil mortos. Em 2006, eles assinaram um acordo em que se comprometiam a deixar as armas.

O grupo de esquerda também abriu mão de muitos pontos de suas políticas, como a exigência da nacionalização dos meios de produção.

O rei do Nepal é considerado uma das encarnações da divindade hinduísta Vishnu. Mas grande parte da mística que cercava a imagem do monarca foi destruída com o massacre de 2001.

Tudo o que sabemos sobre:

Nepalrealeza