As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Homens armados invadem centro de reabilitação no México e matam 14 pessoas

Secretaria de Segurança da região afirma que fuzis de assalto foram utilizados no ataque; Estado de Chihuahua é uma das áreas mais violentas do país, onde operam vários grupos de narcotraficantes

Redação Internacional

27 Setembro 2017 | 10h45

CIUDAD JUÁREZ, MÉXICO – Ao menos 14 pessoas morreram e outras 8 ficaram feridas na noite de terça-feira 26 na cidade de Chihuahua, no norte do México, quando homens armados atacaram um centro de reabilitação de usuários de drogas, informou a polícia local.

+ Especial: Travessia para os EUA mata seis brasileiros em um ano

“Um grupo armado entrou no centro de reabilitação Unindo Famílias e atirou contra os internos, matando 14 pessoas e deixando 8 feridas”, revelou a Secretaria de Segurança da cidade de Chihuahua, capital do Estado de mesmo nome.

Segundo o departamento, o ataque contra o centro de reabilitação foi realizado com fuzis de assalto. Cerca de 25 pessoas estavam no local no momento da ação.

Reveja: México retira 47 crânios de fossa clandestina

Chihuahua, Estado que compartilha uma longa fronteira com os EUA, é uma das zonas mais violentas do México, onde operam diversos grupos de narcotraficantes. Segundo as autoridades, os ataques contra centros de reabilitação fazem parte da guerra travada no Estado entre quadrilhas ligadas ao tráfico de drogas.

Desde 2006, quando o governo federal acionou as Forças Armadas para combater o tráfico de drogas, já ocorreram 190 mil homicídios no México, segundo números oficiais. / AFP

Mais conteúdo sobre:

Méxicoviolêncianarcotraficantes