As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Imagens mostram momento em que ponte em Gênova desabou

A polícia italiana divulgou vídeos de câmeras de vigilância que mostram áreas embaixo da ponte Morandi segundos antes de ela desabar e matar 43 pessoas

Redação Internacional

20 Agosto 2018 | 18h29

A polícia da região italiana de Ligúria divulgou nesta segunda-feira, 20, vídeos de câmeras de vigilância que mostram áreas embaixo da ponte Morandi, em Gênova, segundos antes de ela desabar e matar 43 pessoas, na terça-feira, 14.

O vídeo mostra a imagem de um clarão refletido no chão em uma área embaixo da ponte poucos momentos antes de um trecho dela cair. Testemunhas da queda disseram que momentos antes do colapso chovia forte, e relataram que um raio atingiu um trecho da ponte.

Segundo a agência italiana de notícias Ansa, os vídeos foram obtidos de câmeras de segurança instaladas em ruas situadas sob a estrutura, que desmoronou repentinamente na última terça, 14, em um dia de mau tempo na capital da Ligúria.

As buscas por vítimas já terminaram, e os bombeiros interromperam a recuperação de bens de seis cidadãos desalojados após terem ouvido crepitações no que restou da ponte, que passa sobre edifícios residenciais.

Tragédia em Gênova

Caso o perigo persista, o Ministério Público de Gênova está pronto a autorizar a demolição do pilar da Ponte Morandi que continua de pé. Uma comissão do Ministério de Infraestrutura e Transportes da Itália acredita que o desabamento pode ter sido provocado por uma “série de causas”, e não apenas pelo rompimento de um único trecho.

A ponte está sob concessão da empresa Autostrade per l’Italia, que pertence à família Benetton e vem sendo tratada pelo governo como a responsável pelo desastre.