As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Imagens mostram suspeito pelo atentado ao Museu Judaico em Bruxelas

Homem foi preso na França dias depois do ataque

Redação Internacional

01 de junho de 2014 | 19h42

O principal suspeito de ter matado quatro pessoas no atentado do Museu Judaico de Bruxelas no dia 24 de maio foi preso na sexta-feira 30 na França. O homem é um francês de origem árabe, muçulmano e ex-jihadista na guerra civil síria.

O ataque aconteceu no bairro de Sablon, um dos mais tradicionais de Bruxelas. Imagens do circuito interno de TV da instituição flagraram o suspeito, que ingressou no prédio sem ter de enfrentar sistemas de segurança, disparando contra alvos escolhidos de forma aleatória. Morreram no atentado dois israelenses, uma francesa e um belga, que trabalhava no museu.

Veja imagens do circuito de TV:

Mais conteúdo sobre:

atentadoBruxelasMuseu Judaico