As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Imigrantes vindos do Marrocos invadem praia na Espanha e surpreendem banhistas

Mais de 30 imigrantes africanos desembarcaram ontem em uma praia espanhola perto de Tarifa, no Estreito de Gibraltar

Redação Internacional

27 Julho 2018 | 16h17

A cena insólita causou espanto entre banhistas que aproveitavam o dia de sol em uma  praia perto de Tarifa, no Estreito de Gibraltar. Cerca de 30 imigrantes ilegais desembarcaram na praia e saíram correndo em direção à terra firme, em meio às dunas e bosques da região. Momentos antes, eles haviam sido perseguidos por um barco da Guarda Costeira da Espanha.

+ Embarcação com imigrantes naufraga na costa do Chipre e mata ao menos 16

Imagens de vídeo mostraram os imigrantes, principalmente homens jovens, jogando seus coletes salva-vidas para fora do barco ao se aproximarem da costa e saltar para a praia. Enquanto faziam isso, os banhistas olhavam, atônitos.

Apesar do espanto dos banhistas, a cena é corriqueira. Gibraltar, a pequena faixa de água que separa o Marrocos da Europa continental, se tornou uma rota chave para imigrantes ilegais fugindo da África em direção à Europa.

No geral, os números de imigrantes que chegam à Europa estão em queda em relação ao pico de 2015, quando 55 mil desembarcaram no continente. A Espanha recentemente superou a Itália como destino preferido dos ilegais. Mais de 21 mil imigrantes chegaram ao país apenas neste ano – duas vezes mais do que o número no mesmo período em 2017, segundo o Ministério do Interior da Espanha.

+ Crise de imigração na Europa já passou, mas xenofobia continua

Apesar de comum, a travessia segue sendo um risco aos imigrantes. Pelo quinto ano consecutivo, pelo menos 1.500 migrantes morreram no Mediterrâneo, tentando cruzar a rota entre a Líbia e a Itália, segundo  o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR). / REUTERS