As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Iranianos criam versão própria de McDonald’s

O Mash Donald's conta com cores e símbolos idênticos ao original, como o palhaço e os arcos dourados

Redação Internacional

04 de agosto de 2015 | 17h26

TEERÃ – O acordo nuclear com o Irã foi alcançado, mas os EUA ainda não conseguiram abrir uma filial do McDonald’s em Teerã. Diante disso, os iranianos resolveram criar sua própria versão da rede de restaurantes fast-food: o Mash Donald’s.

As cores e os símbolos, como o palhaço e os arcos dourados, são idênticos ao original, mas o Mash Donald’s não possui um Big Mac. Ao invés disso, oferece o “Mash Donald’s baguette burger”, uma mistura pesada de carne, queijo e presunto de peru, por US$ 3.

“Estamos tentando chegar o mais próximo possível da experiência do McDonald’s”, disse Hassan, dono da Mash Donald’s, que não quis identificar seu sobrenome por medo dos iranianos linha-dura e dos advogados de marcas americanas.

Ideias como essa têm dominado cada vez mais as ruas de grandes cidades do Irã, simbolizando um rompimento com a ideia de “anti-EUA”, que predomina no país desde 1979, com o cerco da embaixada americana e a queda do xá.

A mensagem dos iranianos é simples: os turistas vão ao Irã, mas não podem levar os símbolos capitalistas com eles.

Além do Mash Donald’s, Teerã ainda conta com o KFC – Kabooki Fried Chicken (alusão ao KFC – Kentucky Fried Chicken), a Pizza Hat (Pizza Hut) e a Burger House (Burger King). /NYT

Tudo o que sabemos sobre:

capitalismoIrãnegócios