Japão estuda incluir água potável e banheiro portátil em elevadores
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Japão estuda incluir água potável e banheiro portátil em elevadores

Medida contra terremotos prevista pelas fabricantes dos equipamentos está em estudo pelo ministério de Transporte e Infraestrutura

Redação Internacional

03 de junho de 2015 | 12h13

TÓQUIO – Em breve, os elevadores no Japão podem passar a contar com um estoque de água potável e também com um banheiro portátil para o caso de os equipamentos sofrerem uma parada de emergência em casos de terremotos. A proposta está em estudo pelo Ministério de Transporte de Infraestrutura do país.

A medida foi proposta em uma reunião de emergência depois de o país ser atingido no último sábado por um tremor de 8,1 graus na escala Richter, resultando na paralisação de 19 mil elevadores em Tóquio e nas cidades ao redor da capital, segundo um porta-voz do ministério.

G1 Tower, usada pela Hitachi para testes no Japão, já teve o elevador mais rápido do mundo (Foto:Reproducao)

G1 Tower, usada pela Hitachi para testes no Japão, já teve o elevador mais rápido do mundo (Foto:Reproducao)

Na reunião, estiveram presentes representantes do ministério, dos serviços de bombeiro e de emergência, do governo de Tóquio e da Associação nipônica dos fabricantes de elevadores, de acordo com a publicação especializada em negócios Nikkei.

Um porta-voz do ministério confirmou que a proposta foi apresentada na reunião, mas que nenhuma decisão foi tomada pelo governo. Depois do terremoto do último fim de semana, em alguns casos foram necessários até 70 minutos para resgatar as pessoas presas do elevadores.

O Japão tem cerca de 700 mil elevadores, dos quais mais de 150 mil estão na capital, Tóquio. De acordo com as previsões do governo sobre “Big One”, o maior tremos que um dia pode atingir a capital, até 17 mil pessoas podem ficar presas em elevadores. / EFE e AFP

Tudo o que sabemos sobre:

elevadorJapãoTerremoto no Japão