As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Leopoldo López ‘confirma’ greve de fome em carta divulgada no Twitter

No texto, líder do partido Voluntad Popular também pede a libertação de presos políticos, fim da perseguição e definição de data para eleição parlamentar

Redação Internacional

26 de maio de 2015 | 13h09

O líder opositor venezuelano, Leopoldo López, confirmou na noite de segunda-feira, 25, que está em greve de fome na prisão de Ramo Verde, onde está detido desde fevereiro de 2014, em uma carta escrita à mão divulgada em sua conta no Twitter.

No texto, López diz que não come desde às 12h de domingo, 24, para chamar atenção para três pedidos:

– a libertação dos presos políticos na Venezuela;

– o fim da perseguição e da censura;

– e a divulgação da data das eleições parlamentares, e a aceitação de que a votação seja monitorada pela Organização dos Estados Americanos (OEA) e pela União Europeia (UE).

Leia abaixo a íntegra da carta de López (em espanhol):

Tudo o que sabemos sobre:

Crise na VenezuelaLeopoldo López