Maduro cria prêmio ‘Hugo Chávez da Paz’ e sugere Putin para recebê-lo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Maduro cria prêmio ‘Hugo Chávez da Paz’ e sugere Putin para recebê-lo

Presidente venezuelano disse ter decidido pela a criação desse prêmio 'de caráter internacional e nacional' para aqueles líderes e pessoas que tenham se destacado na luta pela paz

Redação Internacional

08 de outubro de 2016 | 16h19

CARACAS – O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou na sexta-feira, 7, a criação do prêmio “Hugo Chávez da Paz e da Soberania dos Povos”, em homenagem a seu antecessor morto, e propôs o nome do presidente russo, Vladimir Putin, para ser o primeiro a recebê-lo.

O presidente venezuelano disse ter decidido pela a criação desse prêmio “de caráter internacional e nacional” para aqueles líderes e pessoas que tenham se destacado na luta pela paz, indicou.

CAR01. SABANETA (VENEZUELA), 07/10/2016.- El presidente venezolano, Nicolás Maduro (c), junto al presidente de Rosneft, Egor Sechin (2i), y al político venezolano Adan Chávez (3d), en un acto para desvelar una estatua del fallecido líder Hugo Chávez hoy, 7 de octubre de 2016, en Sabaneta (Venezuela). EFE/PRENSA MIRAFLORES/NO VENTAS/SOLO USO EDITORIAL

Maduro (C), em frente à estátua de Hugo Chávez, em Sabaneta. (Foto: Imprensa Miraflores/EFE)

O anúncio foi feito durante a participação de Maduro em um ato para inaugurar uma estátua de Hugo Chávez (1999-2013), elaborada pelo escultor Serguei Kazantzev por ordem de Putin, em Sabaneta, cidade-natal do presidente morto.

Maduro disse então que, uma vez que se constitua o júri para este prêmio, lhes proporá que seja justamente o presidente russo o primeiro a recebê-lo.

“Eu acho desde já que este prêmio deve ser entregue a um líder que acredito ser o líder mais destacado que há no mundo de hoje, lutador pela paz, lutador pelo equilíbrio do mundo, construtor do mundo pluripolar, multicêntrico”, declarou, em referência a Putin.

A estatueta do reconhecimento será uma réplica da obra de Kazantzev inaugurada hoje na cidade-natal de Hugo Chávez.

O anúncio de Maduro foi feito no mesmo dia em que o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, foi agraciado com o Prêmio Nobel da Paz, por seus esforços para alcançar a paz, apesar do resultado do referendo de 2 de outubro, quando foi desestimada a proposta de acordo com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

Embora o presidente venezuelano não tenha feito menção alguma ao reconhecimento outorgado a Santos, falou sobre o processo de paz colombiano, que disse seria premiado se for concretizado.

“Haverá que premiar a paz na Colômbia, se for consolidada, esperamos postulações de quem possa representar a paz na Colômbia para que o júri avalie se entrega o prêmio ‘Hugo Chávez da Paz e da Soberania dos Povos’ a algum dos protagonistas do processo de paz”, disse sem mencionar seu homólogo colombiano. / EFE