Mobília da casa de férias de John F. Kennedy é leiloada por US$ 400 mil
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Mobília da casa de férias de John F. Kennedy é leiloada por US$ 400 mil

Ex-presidente americano costumava passar férias na mansão em Palm Beach, na Flórida; móveis foram conservados por John e Marianne Castle, que compraram a casa em 1995

Redação Internacional

25 Janeiro 2016 | 10h41

Móveis e objetos que pertenceram ao ex-presidente americano John F. Kennedy, e ficavam na mansão que sua família tinha no Estado da Flórida, foram leiloados por US$ 400 mil, incluindo camas e uma mesa usada para massagens, anunciou a empresa responsável pela venda, Leslie Hindman.

“Um par de camas gêmeas de nogal e estilo veneziano, nas quais dormiram o presidente e seu irmão (mais velho) Joe (quando eram crianças e adolescentes) e mais tarde (a primeira-dama) Jackie Kennedy” foram alguns dos móveis leiloados, segundo a empresa.

Móveis da casa de férias do ex-presidente americano John F. Kennedy foram vendidos em leilão

Móveis da casa de férias do ex-presidente americano John F. Kennedy foram leiloados (Foto: TopTenRealEstateDeals.com)

As duas camas da residência em Palm Beach que chegou a ser conhecida como “Casa Branca de Inverno”, foram vendidas por US$ 20 mil no leilão, no sábado.

“A célebre mesa de massagem em nogal na qual o presidente foi tratado por sua dor nas costas foi vendida por US$ 10,62 mil”, de acordo com a empresa. “Duas cadeiras de couro verde do dormitório de John F. Kennedy foram vendidas por US$ 6,25 mil”.

A coleção dos Kennedy foi apresentada por John e Marianne Castle, que compraram a casa à beira-mar e grande parte dos móveis da família Kennedy em 1995, após a morte da matriarca Rose Kennedy. A casa pertenceu à família Kennedy por 62 anos.

JFK passava as férias nesta casa durante a infância. Também organizava reuniões com colaboradores e concedia entrevistas coletivas no local durante seu mandato, até seu assassinato em novembro de 1963.

Os móveis foram conservados pela família Castle, que vendeu a mansão por US$ 31 milhões no ano passado. / AFP

Veja o interior da casa em reportagem da emissora americana WPBF 25: