As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Moscou restringe venda de vodca para combater alcoolismo

Luiz Raatz

18 de agosto de 2010 | 14h56

A prefeitura de Moscou proibiu a venda de bebidas de alta gradação alcoólica, entre eles a tradicional vodca,  entre 10h da noite e 10h da manhã, em mais uma medida contra o alcoolismo na Rússia, responsável pela morte de 500 mil pessoas por ano no país.

“É uma boa medida, que permitirá reduzir os níveis de alcoolismo na população”, disse o diretor do Centro Russo de Toxicologia, Yevgeny Briun.

Alguns especialistas têm questionado a medida, dizendo que ela apenas aumentará o comércio ilegal de vodca. 

O presidente Dimitri Medvedev tem pedido a intensificação na luta contra o alcoolismo na Rússia, que aumentou consideravelmente após o colapso da União Soviética. (AFP)

Tudo o que sabemos sobre:

alcoolismoMedvedevMoscouRússia

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: