As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Nicolas Sarkozy pede renuncia de Kadafi

Redação Internacional

21 de agosto de 2011 | 14h56

O presidente Francês Nicolas Sarkozy pediu ao líder líbio Muamar Kadafi que renuncie ao poder “o quanto antes” para evitar “novos sofrimentos inúteis” da população.

No comunicado divulgado pela presidência francesa, Sarkozy pede um “cessar-fogo imediato” das forças que são leais ao ditador. “Que eles voltem aos seus lares e fiquem à disposição das autoridades líbias legítimas”, diz Sarkozy.

O presidente francês, que na nota deixou explícito o seu apoio à libertação do país da opressão e da ditadura, disse ainda que “louva a coragem dos combatentes do Conselho Nacional de Transição (CNT) e da população que se subleva”.

Para Sarkozy, “já não há dúvidas” sobre a queda do regime de Kadafi.

* Com informações da EFE

Veja também:

Em pronunciamento, Kadafi assegura que sairá vitorioso
Otan bombardeia o quartel-general de Kadafi e um aeroporto em Trípoli
Rebeldes estão a 20 km de Trípoli

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.