As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O que se sabe sobre a morte de Jamal Khashoggi

Jornalista desapareceu no dia 2 de outubro após entrar no consulado do país em Istambul para tirar a documentação para se casar com a noiva, a turca Hatice Cengiz

Redação Internacional

16 Novembro 2018 | 05h00

O jornalista saudita radicado na Turquia Jamal Khashoggi desapareceu no dia 2 de outubro após entrar no consulado do país em Istambul para tirar a documentação para se casar com a noiva, a turca Hatice Cengiz. Hoje, ocorrem homenagens ao jornalista. Veja o que se sabe e o que ainda não está claro sobre o caso:

O que dizem as fontes oficiais

– Câmaras de segurança filmaram o jornalista entrar no consulado na tarde do dia 2 de outubro
– Autoridades turcas dizem que Khashoggi foi estrangulado por um grupo de 15 sauditas. Seu corpo foi desmembrado e destruído
– Os sauditas, depois de terem dado versões diferentes sobre a morte, dizem que o jornalista foi morto num ataque premeditado da inteligência saudita, mas sem autorização de Riad.
– Ao menos cinco funcionários de inteligencia foram demitidos e 18 foram presos
– A Arábia Saudita nega que a família real e o príncipe herdeiro Mohammed bin Salman estejam envolvidos no crime

O que foi vazado para a imprensa turca

– A existência de um áudio com o interrogatório de Khashoggi que detalhe como ele foi torturado
– A tentativa de enganar autoridades locais com a saída de um sósia do jornalista vestido com suas roupas do consulado

O que não se sabe ainda

– Que fim levou o corpo do jornalista
– Quem deu a ordem para matá-lo
– Que impacto o caso terá nas relações geopolíticas sauditas com o resto do mundo