As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Obama anuncia reforma no programa de espionagem da NSA. Acompanhe:

Redação Internacional

17 de janeiro de 2014 | 14h01

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anuncia agora uma grande reforma no programa de espionagem da NSA, a agência nacional de segurança do país, alvo de críticas mundiais desde que foi revelado ao público pelo ex-técnico da CIA Edward Snowden no ano passado.

As principais medidas que serão anunciadas, de acordo com a correspondente em Washington, Cláudia Trevisan, são:

– Aliados: os EUA não vão monitorar comunicações de chefes de Estado e governo de amigos e aliados próximos na ausência de objetivos convincentes relacionados à segurança nacional.

– Espionagem no exterior: objetivo de realizar contra inteligência, combater o terrorismo, dar proteção para tropas e aliados e combater transações que incluem desrespeito a sanções.

– Privacidade: cidadãos estrangeiros terão algumas garantias de privacidade hoje aplicadas aos americanos. Entre elas, a definição de prazo para armazenamento das informações e restrições para sua utilização.

Acompanhe, em português, os principais pontos da fala do presidente pelo Twitter da Internacional Estadão e assista ao discurso, em inglês:

Tudo o que sabemos sobre:

EUA; Barack Obama; espionagem; NSA

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.