As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Obama ‘escapa’ da Casa Branca para comer burritos mexicanos

Presidente americano disse recentemente que se sente um pouco encurralado na Casa Branca

Redação Internacional

24 de junho de 2014 | 15h40

WASHINGTON – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama voltou a escapar dos menus da Casa Branca na segunda-feira 23 e fez uma visita inesperada a um restaurante de comida mexicana.

Obama almoçou com quatro funcionários que lutam para conciliar vida profissional e pessoal em um restaurante do bairro de Woodley Park, em Washington, muito perto do hotel onde pouco depois fez um discurso.

“Acabo de ir andando até o Chipotle (restaurante) para almoçar. Causei bastante caos, como era esperado, mas há bastante tempo que não comia o burrito de lá e estava delicioso”, disse Obama no discurso, durante a cúpula de famílias trabalhadoras realizada na Casa Branca.

O presidente foi de limusine da Casa Branca até o Omni Shoreham Hotel, mas no caminho desceu do carro e caminhou dois quarteirões até o restaurante.

Esta imprevista escapada se soma a outras fugidinhas recentes do presidente, que confessou se sentir um pouco encurralado entre as paredes da Casa Branca e no final de maio decidiu desafiar as regras do cargo e dar um passeio pelo centro de Washington.

Alguns dias depois, Obama foi andando até uma cafeteria Starbucks para comprar chá sem avisar ao grupo de jornalistas que o acompanhava. No dia seguinte, também burlou o protocolo para escapar junto com o secretário de Educação, Arne Duncan, para almoçar hambúrguer.

“A bolha presidencial representa um desafio e uma das coisas que o presidente perde é a capacidade de poder andar pela rua e falar com as pessoas”, disse nesta terça-feira, 24, o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest. “Os passeios fazem parte de um esforço para dar ao presidente ainda mais informação sobre a reação dos americanos aos desafios que enfrentam”, acrescentou.

Obama não é o primeiro presidente que gosta de sair do Salão Oval: Bill Clinton acostumava correr todas as manhãs e parar em um restaurante fast-food. Já Richard Nixon chegou a escapar em uma madrugada de 1970 para ver o monumento a Lincoln. / EFE

Mais conteúdo sobre:

Barack Obama (EUA)Casa BrancaEUA