As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Obama faz discurso em evento que comemora 50 anos do discurso ‘eu tenho um sonho’

Redação Internacional

28 de agosto de 2013 | 16h01

Presidente americano não citou a Síria ou qualquer tipo de resposta que será dada após o uso de armas químicas

WASHINGTON – No dia em que se comemora os 50 anos do pronunciamento do discurso “Eu tenho um sonho”, feito pelo reverendo Martin Luther King em defesa dos direitos civis nos EUA, o país discute qual deve ser a resposta ao ataque com armas químicos ocorrido na Síria semana passada.

EUA, Grã-Bretanha e França apontam o governo do presidente sírio. Bashar Assad, de ser o autor do massacre, que deixou centenas de mortos em subúrbios de Damasco.

Cinquenta anos depois de King falar a uma multidão de 250 mil pessoas na Marcha sobre Washington por Empregos e Liberdade, o presidente americano, Barack Obama, falou para milhares de pessoas no Memorial Lincoln, mas não citou a situação na Síria.

Obama lembrou o discurso de King e ressaltou a importância da marcha para a aprovação da Lei de Direitos Civis. “Ele (Martin Luther King) deu voz aos que, em silêncio, pediam por igualdade. As palavras dele pertencem à história…Porque eles (americanos) marcharam, a América se tornou mais livre e justa.”

Leia principais pontos do discurso de Obama no Twitter do Estadão Internacional.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.