11 DE SETEMBRO, DEZ ANOS: Inferno nas alturas
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

11 DE SETEMBRO, DEZ ANOS: Inferno nas alturas

João Coscelli

26 de agosto de 2011 | 05h03

Cada uma das Torres Gêmeas do World Trade Center tinha 526 metros de altura divididos em 110 andares. O primeiro avião atingiu a Torre Norte entre o 93º e o 99º piso. Na Torre Sul, a colisão ocorreu entre o 77° e o 85º. Em ambos os edifícios, as chamas, a fumaça e as explosões transformaram os andares superiores às zonas de impacto um verdadeiro inferno nos céus de Nova York em 11 de setembro.

Embora os “andares da morte” tenham existido em menos quantidade na Torre Norte, todas as mais de 1.300 pessoas que estavam acima da zona de impacto morreram, já que as três escadarias que serviriam de rota de fuga foram destruídas pelo avião. Na Torre Sul, uma escada sobreviveu – e permitiu que centenas de pessoas se salvassem.

Veja também:
som ESTADÃO/ESPN: Ouça série especial sobre os ataques
forum PARTICIPE:
Onde você estava quando soube dos atentados?
mais imagens GALERIA: Outras imagens do Onze de Setembro de 2001

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.