11 DE SETEMBRO, DEZ ANOS: No rosto dos nova-iorquinos, o medo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

11 DE SETEMBRO, DEZ ANOS: No rosto dos nova-iorquinos, o medo

João Coscelli

18 de agosto de 2011 | 04h56

Depois dos ataques de 11 de setembro, o então líder da Al-Qaeda, Osama bin Laden, revelou em um vídeo que o colapso das Torres Gêmeas do World Trade Center não estava nos planos da organização terrorista. O desabamento, porém, foi o fator responsável pela maior parte das 3 mil mortes daquele dia, além de esvaziar quase que completamente as ruas de Manhattan.

No momento em que  a Torre Sul ruiu, milhares de pessoas correram para longe, amedrontadas, fugindo da nuvem de poeira que engolia carros, lojas, placas e tudo o que se encontrava nos arredores do World Trade Center. Ficaram no local apenas bombeiros, policiais, equipes de resgate e o vazio da dúvida e do terror.

——

Veja também:
PARTICIPE: Onde você estava quando soube dos atentados?
GALERIA: Outras imagens do Onze de Setembro de 2001

Tudo o que sabemos sobre:

11 de SetembroNova Yorkterrorismo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: