As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Os convidados de Michelle Obama para o discurso do Estado da União

Redação Internacional

28 de janeiro de 2014 | 22h57

A primeira-dama dos EUA, Michelle Obama, convidou para o discurso do Estado da União, sobreviventes do atentando a bomba na Maratona de Boston, um jogador de basquete que assumiu ser homossexual e um bombeiro que liderou o resgate após o tornado de Oklahoma. A Casa Branca usa a área reservada para a primeira-dama no plenário da Câmara dos Deputados durante o discurso anual do presidente para destacar pessoas e temas importantes para ela e para o governo.

Leia também:
Obama vai atacar desigualdade social em discurso  
Os bastidores do discurso ao Congresso  

Veja quem são alguns dos convidados:

– Carlos Arredondo e Jeff Bauman, sobreviventes do atentando à Maratona de Boston:
Arredondo foi fotografado ajudando Bauman, que estava gravemente ferido depois do atentado. A imagem se tornou um símbolo de esperança após o ataque. Bauman perdeu as duas pernas. Os dois homens se tornaram amigos próximos, segundo a Casa Branca.

– Gary Bird, chefe dos bombeiros em Moore, Oklahoma:
Bird liderou o resgate após o tornado que atingiu Moore, matando 25 pessoas, incluindo crianças. “O bombeiro Gary Bird representa todos os que se mobilizaram para ajudar a comunidade de Moore”, disse a Casa Branca.

– Jason Collins, jogador de basquete:
O veterano jogador de basquete anunciou no ano passado que era homossexual. Por 12 anos jogador da NBA, ele se tornou o primeiro atleta em atividade das quatro grandes ligas esportivas profissionais dos EUA a se declarar gay.

 – Joey Hudy, aprendiz da Intel:
Hudy se encontrou com o presidente Barack Obama aos 14 anos durante uma feira de ciências na Casa Branca. Agora, aos 16, ele é o estagiário mais jovem da Intel, fabricante de chips.

– Kathy Hollowell-Makle, professora em Washington:
Hollowell-Makle foi a professora do ano do distrito de Columbia em 2013. “No final do ano, mais de 90% dos alunos dela demonstraram conhecimentos de níveis adiantados, e, no ano passado, mais de 80% dos estudantes dela avançaram dois ou mais níveis de leitura”, declarou a Casa Branca.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.