As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Os incêndios em prédios residenciais que mais deixaram mortos nos últimos 15 anos

Tragédia no oeste de Londres nesta quarta-feira deixou ao menos seis mortos e 74 feridos

Redação Internacional

14 de junho de 2017 | 11h14

LONDRES – Um incêndio de grande proporção na madrugada desta quarta-feira, 14, em um edifício residencial no oeste de Londres deixou ao menos seis mortos e 74 feridos.

Conheça os incêndios em edifícios habitacionais no mundo que mais deixaram mortos nos últimos quinze anos:

30 de agosto de 2015 : ARÁBIA SAUDITA: Um incêndio destruiu em Khobar (leste) um edifício residencial de seis andares, deixando 10 mortos e mais de 250 feridos. O fogo foi provocado por um curto-circuito na rede elétrica.

– 19 de maio de 2015 : AZERBAIJÃO: Ao menos 15 pessoas morreram e mais de 60 ficaram feridas no incêndio em um imóvel de 15 andares no centro de Baku.

– 25 de abril de 2011 : CHINA: 18 mortos e cerca de vinte feridos no incêndio de um edifício no distrito de Daxing (sul de Pequim), provocado por um triciclo elétrico estacionado no piso térreo do local construído sem permissão.

– 15 de novembro de 2010 : CHINA: Um enorme incêndio em um prédio habitacional de 28 andares em Jingan, um dos bairros mais populosos de Xangai (leste), fez 58 mortos. O edifício estava sendo reformado.

– 3 de junho de 2010: BANGLADESH: Pelo menos 116 morreram em um grande incêndio que devastou Kayettuli, um dos bairros mais densamente povoados de Daca. O fogo se espalhou para edifícios residenciais de vários andares.

– 14 de fevereiro de 2009: RÚSSIA: Pelo menos 15 mortos em um incêndio em um edifício em Molodezhny, vilarejo na região de Astrakhan (sul).

– 30 de julho de 2006: BAHREIN: 16 indianos morreram no incêndio do edifício onde estavam hospedados em Manama. O fogo começou no prédio de seis andares que abrigava, em condições precárias, cerca de 300 trabalhadores estrangeiros.

– 04 de setembro de 2005: FRANÇA: Um incêndio destruiu o lobby de um prédio residencial em L’Hay-les-Roses, a sul de Paris, espalhando uma fumaça tóxica pelo edifício de 18 andares: 18 pessoas morreram vítimas de intoxicação e 28 ficaram feridas. Quatro meninas admitiram que atearam fogo a uma caixa dos correios em razão de uma briga de adolescentes.

– 26 de agosto de 2005: FRANÇA: 17 mortos, incluindo 14 crianças, e cerca de 30 feridos em um incêndio criminoso que engoliu em chamas um imponente prédio do XIII e arrondissement de Paris.

– 15 de maio de 2003 : ARÁBIA SAUDITA: 14 pessoas morreram e 27 outras ficaram feridas em um incêndio que destruiu um prédio residencial em Meca (oeste). O fogo começou num depósito de colchões no subsolo do edifício.

– 31 de agosto de 2003 : TAIWAN: Uma mulher tentou atear fogo em si mesma e acabou por provocar um incêndio em um prédio na periferia de Taipei, fazendo ao menos 13 mortos e 70 feridos.

– 1.º de março de 2002 : CHINA: 19 pessoas morreram e 25 ficaram feridas no incêndio que devastou um prédio em Nanchong, cidade da província de Sichuan (sudoeste). O fogo começou num mercado instalado nos três primeiros andares. /AFP

Tudo o que sabemos sobre:

LondresincêndioReino Unido