As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

PARA LEMBRAR: Eleição de 2009 no Irã foi contestada

Patrícia Ferreira

05 de novembro de 2011 | 00h37

A eleição presidencial de 2009 no Irã, que deu ao presidente Mahmoud Ahmadinejad um segundo mandato, teve seu resultado contestado pela oposição reformista, liderada pelo candidato Mir Hossein Mousavi. Após a vitória de Ahmadinejad, milhares de pessoas saíram às ruas de Teerã para protestar. O regime dos aiatolás reprimiu as manifestações e colocou os principais líderes do Movimento Verde em prisão domiciliar. A imprensa estrangeira foi proibida de cobrir as passeatas, mas os iranianos divulgaram imagens pelas redes sociais, um padrão que se repetiria dois anos depois na primavera árabe.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.