Passos do impeachment na Coreia do Sul e no Brasil
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Passos do impeachment na Coreia do Sul e no Brasil

Apesar de casos serem facilmente associados, os dois processos de destituição de um presidente são diferentes em razão do que a Constituição de cada país determina

Redação Internacional

10 de março de 2017 | 12h07

A Corte Constitucional da Coreia do Sul aprovou nesta sexta-feira, 10, por unanimidade o impeachment da presidente Park Geun-hye por envolvimento em um escândalo de tráfico de influência.

Sul-coreano lê jornal cuja manchete é o anúncio do impeachment da presidente Park Geun-hye (Foto: AP Photo/Lee Jin-man)

Sul-coreano lê jornal cuja manchete é o anúncio do impeachment da presidente Park Geun-hye (Foto: AP Photo/Lee Jin-man)

A notícia pode ser facilmente associada ao que aconteceu no Brasil com a ex-presidente Dilma Rousseff em 2016. Contudo, os dois processos de impeachment são diferentes em razão do que a Constituição de cada país determina. Veja abaixo o que acontece em cada caso.

Tendências: