As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Perfil: Frente Popular para a Libertação da Palestina

Grupo reivindicou ataque desta terça em sinagoga de Israel

Redação Internacional

18 Novembro 2014 | 11h17

Fundada em 1967 pelo dirigente palestino George Habash (1925-2008), a Frente Popular para a Libertação da Palestina (FPLP), foi formada como um movimento de resistência depois da ocupação da Cisjordânia por Israel e vê a destruição de Israel como um passo essencial na luta para remover a influência ocidental do Oriente Médio.

Combinando nacionalismo árabe e ideologia marxista-leninista, a FPLP foi reconhecida internacionalmente entre os grupos de guerrilha palestinos depois de protagonizar uma série de sequestros de aviões ocidentais.

Os sequestros geralmente ocorriam com participação de outros grupos e o mais famoso foi o do avião da Air France que seguia de Paris para Atenas e foi desviado para Entebbe, Uganda, em 1976. Outra ação muito lembrada foi o sequestro simultâneo de três aviões em 1970, desviados para o deserto da Jordânia.

Nos anos 1970, a FPLP era a segunda maior facção da Organização para a Libertação Palestina (OLP), mas adotou uma estratégia muito diferente da do Fatah de Yasser Arafat, que tentava construir uma rede de apoio à causa palestina nos países árabes.

Depois de 1978, a FPLP mudou o foco das ações para ataques contra alvos israelenses e árabes moderados.