As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Perguntas e respostas: os próximos passos da eleição britânica

Para formar governo, um partido precisa de 326 deputados. Como primeira-ministra, May tem o direito de tentar formar maioria primeiro. Se ela não conseguir, a tarefa passa aos trabalhistas de Jeremy Corbyn

Redação Internacional

08 de junho de 2017 | 19h49

Projeção de boca de urna divulgada nesta quinta-feira, 8, indica que a premiê britânica, Theresa May, não conseguiu eleger a maioria do Parlamento, apesar de ter a maior bancada. Veja, no regime parlamentarista britânico, quais os cenários mais prováveis:

British Prime Minister Theresa May steps off the bus to visit the Cheltenham Science Festival in Cheltenham, Gloucestershire, south-west England on June 6, 2017.
Britain goes to the polls on June 8 to vote in a general election only days after another terrorist attack on the nation’s capital. / AFP PHOTO / POOL / Ben STANSALL

Quem assume o governo?
Para formar governo, um partido precisa de 326 deputados. Como primeira-ministra, May tem o direito de tentar formar maioria primeiro. Se ela não conseguir, a tarefa passa aos trabalhistas de Jeremy Corbyn

Como funciona o governo de minoria?
May pode tentar formar um governo de minoria, negociando apoios no varejo, conforme o projeto que ela queira aprovar. Como a maioria dos partidos britânicos se opõe à estratégia linha-dura dela para o Brexit, dificilmente ela conseguiria respaldo para um acordo com a UE. Em política fiscal e doméstica, ela também deve enfrentar forte oposição dos demais partidos.

Como seria uma coalizão conservadora?
Dificilmente os conservadores conseguiriam uma nova coalizão com os liberal-democratas, a exemplo do que ocorreu em 2010, porque os dois partidos discordam frontalmente sobre o Brexit. A melhor alternativa de May é obter o apoio dos unionistas do Ulster, que defendem a permanência da Irlanda do Norte no Reino Unido. Nem o Partido Nacionalista Escocês, nem os trabalhistas devem formar governo com os conservadores.

Uma coalizão trabalhista é possível?
Mais próximo ideologicamente dos liberal-democratas, e do SNP no que diz respeito ao Brexit, os trabalhistas podem não conseguir a maioria necessária para formar a coalizão em virtude do tamanho das bancadas. / REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:

eleições britânicas

Tendências: