Perguntas & Respostas: A estratégia de Theresa May
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Perguntas & Respostas: A estratégia de Theresa May

Primeira-ministra tentou nos últimos meses evitar que a decisão do referendo de junho tivesse de passar também pelo Parlamento

Redação Internacional

17 Janeiro 2017 | 21h02

1. O governo britânico tem garantia da aprovação do Brexit no Parlamento?
A primeira-ministra Theresa May tentou nos últimos meses evitar que a decisão do referendo de junho tivesse de passar também pelo Parlamento, pois sondagens mostravam tendência de reversão. Analistas veem a decisão de May de ontem como uma cartada para pressionar os parlamentares. A aposta é que eles não enfrentariam o desgaste de serem culpados por aumentar a instabilidade no país, diante de um plano já negociado com os europeus e contra uma decisão da maioria nas urnas.

THERESAMAY_FacundoArrizabalaga_AFP

2. Quando será a votação parlamentar?
Provavelmente em 2019.

3. Qual a consequência prática para o Reino Unido de abrir mão do mercado único?
O mercado único agrupa hoje os 28 países da UE, além de Noruega, Islândia e Liechtenstein. Os quatro eixos fundamentais nele são a livre circulação de pessoas, bens, serviços e capitais. Cada cidadão pode assim trabalhar em qualquer desse países e as empresas têm acesso a um mercado direto de 500 milhões de europeus.

4. Qual o peso da vitória de Donald Trump nessa decisão britânica de abrir mão do mercado único?
O presidente eleito dos EUA e a premiê britânica têm dado sinais de que pretendem avançar em um acordo comercial. Enquanto o Reino Unido não deixar a UE, uma consumação desse pacto seria contra as regras do bloco, que prevê negociação conjunta.

Mais conteúdo sobre:

Theresa MayBrexitReino Unido