As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Polícia prende grupo que planejava atos pela independência de Veneza

Redação Internacional

02 de abril de 2014 | 18h09

ROMA – A polícia italiana prendeu nesta quarta-feira, 2, 24 pessoas que pediam a independência da região do Vêneto, no noroeste país, cuja capital é Veneza, disseram fontes policiais. Os policiais alegaram que os detidos planejavam ações violentas.

Durante a operação foi apreendido um tanque que o grupo estava construindo para realizar um desses “atos violentos” na Praça de São Marcos de Veneza. Os detidos são acusados de crimes com fins terroristas, de tentativa de subverter a ordem democrática e de fabricação de armas de guerra.

italia_efe.jpg

Os investigadores afirmam que as pessoas presas fazem parte de vários grupos que proclamam a independência do Vêneto, na Itália.

Segundo a imprensa italiana, os detidos queriam repetir a ação que um grupo de pessoas cometeu na noite dos dias 8 e 9 de maio de 1997, quando a Praça de São Marco foi ocupada com um veículo blindado de construção artesanal, dotado de um lança-chamas.

italia_97_ap.jpg

A prisão de hoje ocorre depois que um grupo separatista organizou uma pesquisa na internet, há poucos dias, na qual foram registrados 2.360.235 de votos, sendo 89% favoráveis à independência e 10,9% contra, segundo os organizadores./ EFE

Tudo o que sabemos sobre:

ItáliaVeneza

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.