Policiais procuram criança desaparecida no parque da Disney após ataque de jacaré
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Policiais procuram criança desaparecida no parque da Disney após ataque de jacaré

Autoridades locais afirmam que garoto foi arrastado pelo animal em um lago perto do Disney’s Grand Floridian Resort & Spa; xerife afirma que animal deve ter entre 1,2 m e 2 m de comprimento

Redação Internacional

15 Junho 2016 | 08h31

WASHINGTON – A polícia do condado de Orange, no Estado da Flórida, nos Estados Unidos, está a procura de uma criança de 2 anos que desapareceu após ser arrastada por um jacaré em uma lagoa perto do complexo Disney’s Grand Floridian Resort & Spa, no Walt Disney World, informaram nesta quarta-feira, 15, algumas autoridades.

Em comunicado, o escritório do xerife do condado de Orange, Jerry Demings, disse que os agentes estão trabalhando na região e nas águas da lagoa para onde o animal levou a criança. Contudo, após 15 horas de buscas, o ataque é “certamente de não sobrevivência a esse ponto”, afirmou.

Grand Floridian Resort & Spa, localizado no Magic Kingdom, no Walt Disney World

Grand Floridian Resort & Spa, localizado no Magic Kingdom, no Walt Disney World (Foto: REUTERS/Charles W. Luzier)

O incidente aconteceu por volta das 21h30 locais (22h30 em Brasília). O garoto estava brincando na água quando sua família – vinda de Nebraska – relaxava à beira do lago, explicou Demings em uma coletiva de imprensa. “O pai entrou na água e tentou pegar a criança, mas não teve sucesso”, afirmou.

A mãe também tentou resgatar o menino e o pai ficou com ferimentos nas mãos, acrescentou o xerife. O sobrenome da família não foi divulgado.

“Como pai e como avô, vamos torcer pelo melhor nessas circunstâncias mas, com base nos meus 35 anos de experiência nesta profissão, sabemos que temos alguns desafios pela frente”, disse Demings.

O xerife afirmou que o parque está providenciando toda a ajuda necessária na procura pelo corpo do menino. Enquanto os policias fazem os trabalhos de busca no Seven Seas Lagoon – que tem cerca de 4,3 metros de profundidade -, com a ajuda de helicópteros e mergulhadores, o resort fechou suas praias e isolou a área.

Cerca de 50 pessoas trabalham nas buscas pelo corpo do menino. Oficiais especializados em vida selvagem capturaram cinco jacarés do lago para examiná-los e procurar por vestígios da criança. Até agora, não há evidências de que eles tiveram contato com o garoto, disse Nick Wiley, diretor da Comissão de Conservação da Vida Selvagem e Aquática da Flórida.

Segundo o xerife, o animal deve ter entre 1,2 m e 2 m de comprimento. Há sinais de “não nadar” na lagoa onde o menino foi pego pelo jacaré.

“Todos aqui no Walt Disney World Resort estão devastados por esse acidente trágico. Nossos pensamentos estão com a família e estamos ajudando os parentes do menino”, afirmou um porta-voz do parque.

Demings destacou ainda que a Disney nunca viu algo do tipo acontecer em 45 anos de operações, e que os parques temáticos de vida selvagem contam com um sistema de gerenciamento que trabalha para manter os visitantes em segurança.

A presença de jacarés no Seven Seas Lagoon não é incomum, disse Wiley. A comissão de vida selvagem trabalha para retirar “jacarés incômodos” sempre que são comunicados. /EFE, Reuters e Associated Press