As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ponto a ponto: A Guerra dos Balcãs

Corte Internacional de Justiça declarou que nem a Croácia e nem a Sérvia cometeram atos de genocídio

Redação Internacional

03 de fevereiro de 2015 | 15h24

A Corte Internacional de Justiça declarou nesta terça-feira, 3, que nem a Croácia e nem a Sérvia cometeram atos de genocídio durante a guerra dos Balcãs, nos anos 1990. Mas admitiu que “diversos crimes foram cometidos” pelos dois lados durante o conflito.

Veja os principais pontos desse conflito:

– Antiga Iugoslávia era um Estado socialista criado após a ocupação alemã na 2.ª Guerra. A Federação com seis repúblicas juntou sérvios, croatas, bósnios muçulmanos, albaneses, eslovenos e outros sob um regime comunista. Conflitos entre esses grupos eram suprimidos durante a liderança do presidente Tito.

– Após a morte de Tito, em 1980, as tensões voltaram. Grupos nacionalistas pediam mais autonomia diante da Iugoslávia e, em 1991, Croácia e Eslovênia declararam a independência então o Exército sérvio dominado pela Iugoslávia atacou primeiro a Eslovênia e depois a Croácia. Milhares morreram até 1992, quando o conflito foi interrompido por uma trégua supervisionada pela ONU.

– A Bósnia, onde viviam sérvios, muçulmanos e croatas, foi a próxima a tentar a independência. Os sérvios da Bósnia, com o apoio de sérvios de outras partes da Iugoslávia, resistiram e, sob a liderança de Radovan Karadzic, ameaçaram os muçulmanos bósnios e croatas com um ‘banho de sangue’ se houvesse a separação. Apesar do apoio europeu à separação em um plebiscito realizado em 1992, a guerra veio mais rápido.

– Forças da Iugoslávia dominaram uma grande faixa do território dominado pela Sérvia e milhões de bósnios muçulmanos e croatas foram expulsos de suas casas. Os sérvios também sofreram as consequências da guerra. A capital Sarajevo ficou sitiada. Os soldados da missão de paz da ONU foram considerados ineficazes.

– Os esforços internacionais para encerrar a guerra falharam e mais de 100 mil pessoas morreram. A guerra acabou em 1995 quando a Otan bombardeou bósnios e sérvios e os muçulmanos e croatas ganharam terreno. Com um acordo de paz, mediado pelos EUA, a Bósnia foi dividida em dois territórios, a República Sérvia da Bósnia e a federação muçulmano-croata, ligados por um governo central.

– Em agosto de 1995, o Exército croata invadiu áreas sob o domínio sérvio e milhares de pessoas fugiram. Com isso, rapidamente a Croácia e a Bósnia estavam totalmente independentes. Em 1999, albaneses do Kosovo entraram em guerra com sérvios em outra guerra pela independência. A Sérvia terminou o conflito derrotada e isolada.

Tudo o que sabemos sobre:

BósniaCroáciaGuerra dos BalcãsSérvia