As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ponto a ponto: as aproximações entre as duas Coreias

Veja os momentos em que os dois países tentaram dialogar nos últimos 46 anos

Redação Internacional

06 Março 2018 | 17h41

Primeira negociação após a Guerra da Coreia

Em 1972, 19 anos após o fim da guerra, as duas Coreias começaram um diálogo politico, marcado pela inauguração de uma linha telefônica direta entre Seul e Pyongyang e a criação de um comitê para conversas futuras. Os dois lados concordaram com uma futura reunificação pacífica e o fim das provocações militares. A Coreia do Norte acabou abandonando as negociações.

 

Reuniões de famílias separadas pela guerra

EM 1985, as duas Coreias concordaram em organizar a primeira reunião de famílias separadas pelo conflito. As reuniões ocorreram  em Seul e Pyongyang e acabaram após a Coreia do Norte acusar a do Sul de usá-las para fazer propaganda anticomunista. Um novo encontro ocorreu 15 anos depois.

 

Reunião de 2000

O primeiro encontro entre líderes dos dois países reuniu Kim Jong-il e o ex-presidente sul-coreano Kim Dae-jung. Ali, foi assinado um acordo de cooperação econômica e outra rodada de encontro de familiares. Pela aproximação, Dae-jung ganhou o prêmio Nobel da Paz.

 

Reunião de 2007

O sucessor de Dae-junf, Roh Mo-hyun, voltou a se encontrar com Kim jong-il na zona desmilitarizada e ambos se comprometeram com um acordo de paz, que foi abandonado meses depois, quando um governo conservador chegou ao poder em Seul.

 

Tensão máxima

Após várias ameaças e trocas de tiros entre as marinhas dos dois países, uma maratona de reuniões em três dias evitou um conflito maior após um pedido genérico de desculpas da Coreia do Norte.

 

Reuters

O líder norte-coreano, Kim Jong-un

Os Jogos de Olímpicos de Inverno na Coreia possibilitaram uma nova rodada de aproximação dos dois países, com a visita de uma delegação do Norte ao Sul que envolveu a visita da irmã do líder Kim Jong-un, Kim Yo-jong a Pyongchang, onde ocorreu a Olimpíada.

Mais conteúdo sobre:

Coreia do NorteCoreia do Sul