Presidente de Cuba estreia conta no Twitter
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Presidente de Cuba estreia conta no Twitter

Confirmando mudança de estilo em comparação com seus antecessores, Miguel Díaz-Canel abriu conta na rede social com objetivo de se aproximar de parcela da população que o conhece pouco

Redação Internacional

10 Outubro 2018 | 12h54

HAVANA – O presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, estreou nesta quarta-feira, 10, sua conta no Twitter com uma mensagem de continuidade, mas confirmando uma mudança de estilo em comparação com seus antecessores, Fidel e Raúl Castro.

“Estamos em La Demajagua, o lugar com a maior soma de sentimentos pátrios #SomosCuba e #SomosContinuidad“, escreveu em seu primeiro tuíte Díaz-Canel, de 58 anos, que assumiu o poder em 19 de abril como sucessor dos irmãos Castro.

Nem Fidel, antes de sua morte em 2016, nem Raúl tinham contas oficiais na rede social.

Para sua estreia no microblog, o governante cubano escolheu o dia em que se comemora o 150º aniversário do “Grito de Yara”, que relembra o início da guerra de independência contra a colonialismo espanhol em 1868.

Na mesma rede social, o Ministério de Relações Exteriores de Cuba deu “boas-vindas à conta oficial no Twitter do presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros (…) no 150º aniversário das lutas por nossa independência”.

Em sua biografia no Twitter, o chefe de Estado cubano se disse “comprometido com as ideias martianas (do herói nacional José Martí) de Fidel e de Raúl”.

Miguel Diáz-Canel é o primeiro presidente cubano a ter conta no Twitter (EFE/ Michael Reynolds)

Miguel Diáz-Canel é o primeiro presidente cubano a ter conta no Twitter (EFE/ Michael Reynolds)

Sob seu governo, que considera uma prioridade a informatização da sociedade cubana, a comunicação presidencial ganhou um novo papel no país.

Segundo observadores, essa estratégia busca aproximar o líder cubano de parte da população que o conhece pouco e com a qual não goza da mesma legitimidade que tiveram seus antecessores.

Também nesta semana, Cuba lançou nesta semana um selo postal com a imagem de Fidel a pouco mais de um mês do aniversário de dois anos de sua morte. / AFP

Mais conteúdo sobre:

CubaMiguel Díaz-Canel