As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Quem é quem no caso Alberto Nisman

Conheça os principais personagens do crime que chocou a Argentina

Redação Internacional

28 de janeiro de 2015 | 19h12

Alberto Nisman
Promotor federal que investigava o caso Amia, foi encontrado morto em seu apartamento no dia 18 de janeiro, um dia antes de apresentar ao Congresso uma denúncia sobre o envolvimento da presidente Cristina Kirchner e do chanceler Hector Timerman no acobertamento de suspeitos iranianos pelo atentado em troca de acordos comerciais com o Irã

Diego Lagomarsino
Técnico em informática, trabalhava com Nisman na procuradoria e lhe emprestou a arma do crime. Foi a última pessoa a ver o promotor vivo, no sábado. Pode ser condenado a até seis meses de prisão por ter sua pistola usada na morte de Nisman e disse que ele não confiava em seus guarda-costas

Viviana Fein
Promotora federal, é responsável pela investigação. Colocou em dúvida a tese de suicídio defendida inicialmente pelo governo argentino. Descartou indiciar Lagomarsino pela morte do promotor.

Rubén Benitez
Um dos seguranças de Nisman, foi afastado do cargo após depoimento ter apontado contradição. Teria tentado convencer o promotor a não comprar uma arma.

Luis D’Elia
Líder sindical apontado nas investigações de Nisman como contato do governo com emissários do Irã para encobrir o envolvimento do país nos atentados da Amia

 

Tudo o que sabemos sobre:

Alberto NismanArgentina

Tendências: