As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Relatório da Anistia Internacional mostra n.º de execuções de pena de morte no mundo

Redação Internacional

06 de abril de 2014 | 06h00

Um relatório divulgado pela Anistia Internacional mostra que as execuções resultantes de pena de morte relatadas ao redor do mundo subiram cerca de 15% em 2013. Segundo os dados, 774 pessoas foram executadas em 22 países. (Veja aqui mapa interativo sobre as execuções em 22 países)

Nas primeiras posições da lista estão Irã (com ao menos 369 execuções), Iraque (pelo menos 169), Arábia Saudita (79 pelo menos) e Estados Unidos (39). A China lidera a lista, mas o estudo não contempla as execuções de centenas de pessoas no país, cujas informações são confidenciais.

A Anistia Internacional não teve acesso a informações da Síria e do Egito.

Nos EUA, único país das Américas em que a pena de morte é permitida, o número de execuções diminuiu mais uma vez: 39 pessoas foram executadas em 2013, mas nos anos de 2012, 2011 e 2010 esse número foi 43 e em 2009, 59.

Por outro lado, a Anistia Internacional se disse “alarmada” com países em que as execuções foram retomadas após uma pausa de um ano ou mais. Na Indonésia e no Kuwait, foram registradas cinco execuções (em cada país), sendo que a pena de morte não era aplicada desde 2009.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.