As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Resgate de reféns das Farc na Colômbia

Cristiano Dias

15 de junho de 2010 | 09h30

Os quatro ex-reféns das Farc libertados no domingo pela operação de resgate do Exército colombiano integravam uma lista de cativos que a guerrilha queria trocar por prisioneiros com o governo. A lista chegou a ter 60 nomes no início de 2007. Entre os mais “valiosos” rebeldes estavam a ex-candidata presidencial e ex-senadora Ingrid Betancourt, o ex-ministro Fernando Araújo e o ex-senador Jorge Gechén.

Após uma série de fugas, resgates e libertações unilaterais da guerrilha, o grupo de reféns se restringe agora a apenas 17 reféns – todos militares. A redução da lista coincidiu com a morte ou captura de líderes históricos das Farc, como seu fundador Manuel Marulanda, por morte natural, e o principal porta-voz do grupo, Raúl Reyes, em um bombardeio do Exército colombiano no Equador, em 2008.

Tudo o que sabemos sobre:

Alvaro UribeColômbiaFarcreféns

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.