Retrospectiva 2010 – Eleições legislativas na Venezuela
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Retrospectiva 2010 – Eleições legislativas na Venezuela

João Coscelli

26 de dezembro de 2010 | 06h00

A equipe do Radar Global escolheu os 12 principais fatos que marcaram o ano de 2010 para uma breve retrospectiva. Até o dia 31 de dezembro, relembraremos o que aconteceu de mais importante nos últimos 12 meses no cenário internacional – entre eleições a desastres naturais. Veja também os 12 principais personagens de 2010.

Eleições legislativas na Venezuela (setembro)

Os venezuelanos foram às urnas no dia 26 de setembro e, se não impuseram uma derrota ao presidente Hugo Chávez, ao menos conseguiram dar mais força à oposição.

O PSUV – partido de Chávez – ficou muito aquém de sua meta de alcançar a bancada de 110 deputados, que lhe daria a maioria de dois terços. O partido obteve apenas 98 dos 165 assentos.

A oposição, unificada sob a legenda da MUD, por sua vez, ficou com 65 cadeiras, impedindo a plena maioria chavista. Nas eleições anteriores, de 2005, os opositores haviam boicotado o pleito, o que permitiu o controle dos partidários de Chávez por todo o período legislativo.

A vantagem PSUV só foi obtida em razão do redesenho do mapa das circunscrições do país, aprovado no ano passado, que causou uma enorme distorção entre a votação nacional e a representação das forças políticas no Legislativo. De acordo com a apuração paralela da oposição, os partidos que se opõem a Chávez obtiveram 52% dos votos.

Veja nossos especiais sobre o assunto:
especial
Raio-X das eleições parlamentares

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.