As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Sintonia entre Obama e premiê dinamarquesa causa mal-estar

Redação Internacional

10 de dezembro de 2013 | 18h41

[galeria id=8697]

A sintonia e descontração entre o presidente Barack Obama e a primeira-ministra da Dinamarca, Helle Torning-Schimidt, teve repercussão duplamente negativa na terça-feira, 10, na tribuna de honra do Soccer City.

Nas redes sociais como o Twitter e o Facebook, a atitude de Obama foi criticada por internautas, que a consideraram um desrespeito tanto a aparente piada compartilhada com a premiê europeia quanto a ‘selfie’ tirada ao lado do primeiro-ministro Britânico, David Cameron, e de Helle – todos bem sorridentes.

Diariamente, milhões de ‘selfies’ – do inglês “selfportrait”, autorretrato – aparecem em redes sociais como Instagram, Facebook e Twitter. O fenômeno cresceu tanto, que a palavra foi escolhida o verbete do ano pelo dicionário britânico Oxford.

A primeira-dama Michelle Obama também transpareceu algum incômodo. Em uma sequência de fotos (veja acima), enquanto Obama ri ao lado de Helle a primeira-dama mantém o rosto fechado a aparenta olhar para o horizonte.

Segundo o jornal britânico The Telegraph, há ainda imagens, supostamente registradas depois do momento de descontração, que mostrariam Michele sentada entre Obama e a primeira-ministra da Dinamarca, mas também uma conversaem tom mais amistoso entre as duas.

A premiê dinamarquesa é casada com Stephen Kinnock, filho do ex-líder do partido trabalhista britânico, Neil Kinnock. No ano passado, durante uma investigação fiscal, ela negou rumores de que seu marido seria gay.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: