As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Técnico turco apanha de torcedores do próprio time por criticar EI

Turhan Özyazanlar defendeu o apoio do preparador de goleiros do time às milícias curdas que combatem os jihadistas

Redação Internacional

16 de outubro de 2014 | 16h24

ISTAMBUL – O técnico de uma equipe da terceira divisão de futebol da Turquia foi espancado por torcedores do próprio clube que comanda por criticar as ações do grupo jihadista Estado Islâmico (EI), informou nesta quinta-feira, 16, a imprensa local.

Turhan Özyazanlar foi atacado perto da sede do clube Sariyer, na província de Istambul depois de defender as afirmações do preparador de goleiros da equipe, que havia condenado, no Facebook, as atrocidades do EI e manifestado apoio às milícias curdas que atuam contra os jihadistas em Kobani, na Síria.

Após negar-se publicamente a demitir o preparador, Özyazanlar foi atacado por torcedores, sofreu várias escoriações no rosto e precisou ser hospitalizado, de acordo com o jornal Hürriyet. “Essa situação está me devastando. Todos deveriam respeitar o próximo, não importa sua linha política. Não tenho nenhuma conexão com a política, sou esportista”, disse o treinador.

O ambiente na Turquia está extremamente polarizado entre os partidários das milícias curdas e os radicais islâmicos do EI. / EFE

Tudo o que sabemos sobre:

curdosEIEstado IslâmicoTurquia

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.