As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Time’ escolhe ‘o manifestante’ como personagem de 2011

Patrícia Ferreira

14 de dezembro de 2011 | 13h28

SÃO PAULO – A revista americana Time fez uma escolha inusitada para personagem do ano que vai terminando. Em vez de eleger um político ou celebridade, como tem feito quase todos os anos desde 1927, a revista nomeou para 2011 “o manifestante”.

Veja também:
As imagens mais ‘poderosas’ de 2011
GALERIA: Os manifestantes da ‘Time’

A capa da edição especial estampa um desenho do rosto de uma pessoa coberto, com os olhos de fora, e a inscrição “The protester – from the Arab Spring to Athens, from Occupy Wall Street to Moscow” (O manifestante – da Primavera Árabe a Atenas, do Ocupe Wall Street a Moscou).

tarja_facebook.jpg

Entre os finalistas estavam a “noiva do ano”, Kate Middleton, e o deputado republicano Paul Ryan. Em novembro, a revista fez uma enquete entre os leitores para apontar o personagem do ano. A escolha foi anunciada pela revista na manhã desta quarta-feira, 14, no programa “Today” (assista ao vídeo mais abaixo).

Segundo a revista, a homenagem não foi feita a nenhum protesto em especial, mas ao conjunto de manifestações populares que ocorreram ao longo do ano, como as revoltas da Primavera Árabe, que completa um ano, o movimento Ocupar Wall Street, nos Estados Unidos, e protestos em cidades europeias. “Em 2011, os manifestantes não apenas deram voz às suas reclamações; eles mudaram o mundo”.

Time2011Person_Repro_c.jpg

Não é a primeira vez que a publicação faz escolhas assim. Em 1982, por exemplo, o computador foi eleito personagem do ano. Em uma ainda mais inusitada escolha, a revista apontava os leitores como personagem de 2006, justificando: “Sim, você. Você controla a Era da Informação. Bem-vindo ao seu mundo”.

 

Visit msnbc.com for breaking news, world news, and news about the economy

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.