As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Venezuela só tem cerveja até março, diz entidade

Redação Internacional

17 de fevereiro de 2016 | 16h58

Em meio à pior crise econômica das últimas décadas, e com pouco acesso a produtos de limpeza, remédios e alimentos, os venezuelanos podem ficar também sem cerveja. A Câmara Venezuelana de Fabricantes de Cerveja (Caveface) informou nesta quarta-feira, 17, que se não houver a liberação de divisas para a importação de matérias-primas há estoque da bebida apenas até o fim de março

“Se as permissões para a importação e para obtenção de divisas para os importadores de cevada não forem concedidas, existe o risco iminente que a produção seja interrompida, afetando a disponibilidade de um dos produtos preferidos dos venezuelanos”, disse a entidade em comunicado, publicado pelo diário El Nacional.

Ainda de acordo com a Caveface, a produção industrial de cerveja é um processo contínuo e muito complexo para ser interrompido sem que a operação seja interrompida.

A entidade pediu ao governo que evite a paralisação da produção, uma vez que os estoques de cevada e lúpulo duram no máximo até março. “A Caveface reitera sua disposição a se reunir as vezes que forem necessárias com as autoridades”, conclui o texto.

Tudo o que sabemos sobre:

CervejaCrise na Venezuela

Tendências: