As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Vizinho conta como encontrou Amanda Berry em Cleveland

Redação Internacional

07 de maio de 2013 | 15h20

Charles Ramsey, um dos vizinhos da casa onde foram encontradas Amanda Berry, Gina DeJesus e Michelle Knight, contou como encontrou Berry. Ele disse ter ouvido gritos e saiu para ver o que era. “Saí na varanda e ouvi ela dizendo ‘me ajude, estou aqui há muito tempo’.”

Ramsey conta que foi até a casa, mas a porta estava aberta apenas o suficiente para passar uma mão, então ele derrubou a tela da porta e Amanda saiu. “Quando ela conseguiu sair, com uma menina, ela disse ‘ligue para a polícia, meu nome é Amanda Berry’. Eu pensei que essa garota estivesse morta.”

Ao falar com a polícia, Berry declarou: “eu sou Amanda Berry”. Berry desapareceu em 21 de abril de 2003, quando tinha 16 anos.

Segundo a polícia, Ariel Castro, de 52 anos, vive na casa e foi detido junto com os irmão Oneil, 50 anos, e Pedro, 54 anos, que moram em outro lugar.

Ramsey contou que nunca desconfiou do vizinho. “Eu fazia churrasco com ele, ouvíamos salsa. Não tinha nem ideia de que aquela mulher estava na casa.”

Assista a um trecho da entrevista, legendado em português:

 

Tudo o que sabemos sobre:

Amanda BerryCharles RamseyClevelandEUA

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.